Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

quarta-feira, 12 de julho de 2017

FILHOS DISCIPLINADOS

Resultado de imagem para lar doce lar

“Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; pois Deus os trata como filhos. E qual é o filho que não é disciplinado por seu pai? Se vocês não são disciplinados, então não são filhos legítimos. Quando nossos pais humanos nos disciplinavam, nós os respeitávamos. Mais ainda devemos nos submeter a Deus Pai para vivermos!”
Hebreus 12.7-9

Em tempos modernos, em que é cada vez mais raro ver os pais “disciplinando” os filhos, é difícil compreender a disciplina de Deus Pai. A Bíblia ensina que Deus usa as dificuldades da vida para nos disciplinar.
Disciplinar significa “fazer obedecer”. Disciplina vem do latim discipulus, “aquele que aprende”, do verbo “discere”, “aprender”. De discipulus veio disciplina, “instrução, conhecimento, matéria a ser ensinada”. Gradualmente se agregou um novo significado, o de “manutenção da ordem”, que é necessária para fornecer instrução.
Quando Deus nos disciplina está nos oferecendo instrução, conhecimento, sabedoria e maturidade espiritual, mas a aquisição desta riqueza depende da reação de cada filho de Deus. Só adquirem sabedoria e maturidade espiritual aqueles que se submetem à Sua disciplina como filhos obedientes, abnegados e ensináveis.
Tiago escreveu: “Meus irmãos, considerem uma grande alegria passar por provações, pois que a prova da sua fé produz perseverança. E quando a perseverança termina sua ação, vocês se tornam maduros e íntegros, sem lhes faltar mais nada. Se falta sabedoria em alguns de vocês, peçam-na a Deus, pois Ele a concede de boa vontade.” (Tg. 1.2-5)
Paulo disse que devemos nos gloriar (nos orgulhar, saborear, triunfar) nas tribulações, “...porque sabemos que a tribulação produz perseverança (consistência, constância, firmeza); e a perseverança produz um caráter aprovado, e o caráter aprovado produz esperança.” (Rom. 5.3,4).
É impressionante como existem hoje cristãos sem consistência, sem constância, sem firmeza e sem caráter! Por quê? Porque não são disciplinados pelo Senhor! Não são ensináveis! Não se submetem à disciplina das provações! Tudo isso por causa de um evangelho distorcido que se espalhou entre os crentes, de que servir a Deus traz prosperidade financeira e uma vida fácil, sem dificuldades. Então, os crentes desta geração agem como crianças mimadas e, ao menor indício de tribulação, se decepcionam com Deus e abandonam a fé. Falta-lhes disciplina!
A submissão às provações não só produz amadurecimento e renovação espiritual para vivermos aqui no mundo, como também amplia as glórias e bençãos espirituais que nos aguardam na eternidade. Foi isso que Paulo ensinou: “Embora exteriormente estejamos nos desgastando, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois nossos leves e momentâneos sofrimentos produzem para nós um peso de glória muito maior que eles.” (II Co. 4.16,17).
É a disciplina de Deus Pai que nos torna cristãos maduros, de caráter e fé inabaláveis. 
Você quer ser maduro(a) espiritualmente?
Quer uma fé consistente e constante?
Quer manter-se firme, tendo sua fé renovada dia após dia?
Seja ensinável! Submeta-se à disciplina do Pai!
   
Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.

domingo, 9 de julho de 2017

IGREJA DE UM SÓ NÃO EXISTE!

Imagem relacionada

Eu já ouvi alguns cristãos desviados ou afastados da igreja dizerem: “Ah! Eu oro a Deus em casa! Eu sou a igreja! Posso servir a Deus sozinho!"
Está errado! Não está na Bíblia! Ninguém é igreja sozinho! Isso simplesmente não funciona! E vou mostrar por quê.
As palavras correspondentes à “Igreja” em todos os dicionários e traduções da Bíblia provam isso exaustivamente.
A palavra "IGREJA" significa assembleia, congregação ou agrupamento de pessoas. Neste sentido, encontramos a palavra IGREJA também no Antigo Testamento, porque em alguns lugares Israel é chamado de assembleia ou congregação. O Salmo 107.32, por exemplo, usa os dois termos para Israel: "Exaltem-no na congregação do povo e glorifiquem-no na assembleia dos anciãos!"
A palavra grega ekklesia, que é geralmente traduzida por “igreja”, é uma combinação das palavras chamar fora. Então, “Igreja” significa “um povo chamado para fora”. Para fora do mundo, para fora do pecado,... (inclua aqui tudo o que o cristão e os valores bíblicos não concordam). 
Esse significado também está no Antigo Testamento, quando Deus mandou Moisés pedir a Faraó pra liberar o povo a fim de cultuarem a Ele no deserto, isto é, fora da cidade. Também ali se vê uma “Igreja” = “Chamados para fora”.
Vemos o mesmo no Novo Testamento.
“Igreja” vem do grego ekklesia (εκκλησια), e do latim eclésia (ecclesia). Esta foi a palavra escolhida pelos autores da Septuaginta (Tradução Grega da Bíblia Hebraica) para traduzir o termo hebraico Karral, usado entre os Judeus para designar a “assembleia geral do povo de Israel", reunida ao apelo de Moisés.
Portanto, NÃO existe assembleia, congregação de uma pessoa só.
E há ainda outros exemplos. Igreja é uma família reunida sob a mesma fé. Assim como ninguém forma uma família sozinho, é impossível ser igreja sozinho. A Bíblia apresenta a igreja como uma família, tanto que seus membros chamam-se de “irmãos”, cujo Pai é Deus, e Jesus, seu irmão mais velho. Para ser uma família é preciso no mínimo duas pessoas. Jesus se referiu a isso quando disse:Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles". (Mateus 18.20). Esta é mais uma prova de que não existe igreja de um só membro. Para formar uma família, ou uma igreja, é preciso, no mínimo, duas ou três pessoas.
Outro exemplo é o Corpo humano, também símbolo da igreja. Este termo foi usado pelo próprio Senhor Jesus e pelo apóstolo Paulo: “Ora, assim como o corpo é uma unidade, embora tenha muitos membros, e todos os membros, mesmo sendo muitos, formam um só corpo, assim também com respeito a Cristo.” (I Cor. 12.12).
A vida só começa quando a célula reprodutiva de um homem, o espermatozoide, encontra a célula reprodutiva de uma mulher, o óvulo. Tanto um quanto o outro não podem formar um ser vivo até que se unam. Os dois se unem, formando uma única célula que se multiplica e forma o bebê. Com o “Corpo de Cristo”, a Igreja, acontece o mesmo. Você só é igreja quando entra em contato com outras “células”, isto é, os outros membros do Seu Corpo. Assim como não existe corpo de uma célula só, também não existe igreja de uma pessoa só.
Você sozinho é apenas um membro dessa instituição, e precisa de pelo menos mais um para se tornar Igreja, Corpo de Cristo ou Família de Deus. Ou seja, quando você encontra outro(s) irmão(s) pode-se afirmar que ali há uma Eclésia, uma Assembleia, uma IGREJA.
IGREJA é a REUNIÃO DOS SANTOS, não o local onde se reúnem.
Poderíamos dar outros inúmeros modelos que representam e explicam a Igreja, como por  exemplo: “Exército”.  Deus é chamado de Senhor dos Exércitos, e a Igreja é chamada de Exército do Senhor. Como não existe exército de um homem só, também não há igreja de um membro só.
Você pode cultuar a Deus sozinho, mas isso não é Igreja. Você pode adorar a Deus sozinho, mas isso não é Igreja. Você pode orar, ler a Bíblia, cantar louvores e fazer qualquer outra coisa para Deus sozinho (e deve fazê-lo), mas isso não é Igreja.
Para ser Igreja você precisa de Relacionamento com Deus, mas também COM SEUS IRMÃOS!
Para ser Igreja você precisa CONGREGAR com os outros membros do Corpo de Cristo. Unir-se a eles, ou reunir-se com eles, é imprescindível para ser Igreja.
A Bíblia diz: “Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia.” (Heb. 10.25).

Pense nisso! E seja IGREJA!


sábado, 1 de julho de 2017

TREINAMENTO

Resultado de imagem para treinamento de boxe


  

“O  Senhor treina as minhas mãos para a batalha e os meus braços para vergar um arco de bronze.” Sal. 18.34.

Os grandes lutadores do cinema e da história têm uma dívida eterna de gratidão com seus treinadores. Sem eles não seriam ninguém. Aquele que vence nem sempre é o mais forte ou mais corajoso. O melhor lutador sempre é aquele que teve o melhor treino, aquele que mais se desgastou, que exigiu mais de seus músculos até quase rompê-los, aquele que ultrapassou seus próprios limites, que se arriscou, aquele que deu seu sangue, suor e lágrimas para ser treinado, aquele que se submeteu à rigidez e disciplina, aquele que deu o seu melhor. Mas isso tudo não se consegue sozinho! O melhor lutador é aquele que teve o melhor treinador. É o treinador que não o permite desistir enquanto ainda há limites a serem vencidos, enquanto há récords a serem batidos, enquanto a batalha ainda não foi vencida.
Na vida também somos lutadores. É uma batalha constante em todos os sentido. Vence quem tem o melhor treino e o melhor treinador.
Davi venceu todas as suas batalhas porque teve o melhor treinador – o próprio Deus! A Bíblia chama Deus de General de Guerra, Senhor dos Exércitos, Vencedor Eterno; fala de Suas batalhas nas quais envia flechas e raios, sai à frente do Seu povo, do Seu exército, e destrói seus inimigos com poder. Deus nunca perdeu uma batalha sequer! Que melhor terinador pode haver?!
Mas não basta ter Deus como seu treinador. Você tem que obedecer incondicionalmente ao Seu comando, tem que suar até não poder mais, tem que dar o seu melhor e romper seus próprios limites. Às vezes, parece que Ele quer arrancar o seu couro! Mas só Ele sabe até onde você suporta! Você tem que confiar Nele! Tem que continuar! Tem que dar mais! Tem que sofrer mais! Tem que aumentar mais o ritmo! Tem que fortalecer mais seus músculos! Tem que ir além! E sabe porque Deus exige tanto de você? Porque, como todo bom treinador, Ele também conhece o seu potencial e a força de seu adversário. E Deus não admite menos do que a sua vitória. Simples assim...
Então, submeta-se ao treinamento de Deus. Ele não quer acabar com você. Quer apenas lhe mostrar que você pode fazer mais. Deus treina pessoas comuns para vitórias extraordinárias.

 

Pense nisso!

Gostou? Deixe um comentário!
Conheça meus blogs e páginas no Facebook.
http://prraquelroque15.wixsite.com/meusite
LEIA A BÍBLIA!

segunda-feira, 26 de junho de 2017

ROSAS DE SAROM


“O deserto se alegrará, e crescerão flores nas terras secas; cheios de flores, o deserto cantará de alegria. Deus o tornará tão belo como o monte Líbano, tão fértil como o monte Carmelo e o vale de Sarom. Todos verão a glória do Senhor, verão a grandeza do nosso Deus!” (Is. 35.1,2)

Esta e muitas outras passagens na Bíblia falam sobre as Rosas de Sarom, ora comparando-as ao Senhor Jesus, ora comparando-as aos Seus servos. As Rosas de Sarom eram, e ainda são, muito famosas, e vamos entender por que Deus nos compara a elas.
Sarom é uma terra de difícil sobrevivência, uma terra no deserto, árida e muito quente. Mas Sarom tem a terra ideal para produzir as rosas mais perfumadas que já se viu, cujas pétalas podem produzir uma grande quantidade do mais valioso perfume. Essas flores possuem um valor tão alto que os cultivadores, na época de floradas, costumam colocar guardas armados para guardar seus cultivos.
As Rosas de Sarom são cultivadas em terras difíceis, debaixo de sol escaldante, em meio a terreno pedregoso, cheio de espinhos, onde a água é difícil de encontrar, e os predadores são muitos, pois é uma flor muito apreciada.
Quando Deus nos compara as rosas de Sarom, está nos dizendo que somos assim também para Ele. Somos rosas preciosas, de raro perfume, cultivadas no meio das provas, dificuldades e angústias, testadas no fogo ardente, humilhadas pelos que deveriam nos amar, perseguidas pelos que não amam a Deus, invejadas e desejadas malignamente por causa da nossa beleza e perfume. Muitos são os que tentam roubar nosso perfume, nosso dom, nossa linguagem, nossa virtude, nossa alegria de servir a Deus e a confiança de que somos vencedores. Eles semeiam ao nosso redor tristezas e tentam nos afastar do jardim de Deus.
Mas, como fazem os cultivadores das rosas de Sarom, Deus também coloca guardas armados para nos guardar. Seus anjos armados com espadas de fogo são nossos guardas fiéis.
Outra lição importante é que as rosas preciosas de Sarom exalam excelente perfume. Para o Senhor, somos Suas flores e produzimos o mais valioso perfume através do nosso testemunho e prática diária da Sua Palavra, nosso temor e obediência, nossa consagração e reverência, nossa capacidade de suportar as provas sem murmurar, entre outras coisas. E o nosso maior dom e o mais caro perfume que temos é o amor. Isso é um doce perfume aos olhos do Senhor.  Por isso o inferno se levanta para tentar nos roubar do Senhor, mas nada pode tocar Suas rosas de Sarom, porque Ele dá ordem aos anjos ao nosso respeito para nos guardarem.
Agora consegue entender o valor que você tem para Deus?
Seja rosa perfumada do Senhor em todo tempo, debaixo de sol escaldante, exale o perfume que agrada ao Seu coração!

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.