Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

DICAS PARA A FELICIDADE

Resultado de imagem para dicas para encontrar a felicidade

Você sabia que, em Harvard, uma das mais prestigiadas universidades do mundo, o curso mais popular e bem sucedido ensina você a ser mais feliz? A aula de Psicologia Positiva ministrada por Shahar atrai 1400 alunos por semestre e 20% dos graduados de Harvard aceitam esse curso eletivo. De acordo com Shahar, a classe (que se concentra na felicidade, na auto-estima e na motivação) dá aos alunos as ferramentas para ter sucesso e enfrentar a vida com mais alegria. Este professor de 35 anos, considerado "o guru da felicidade", destaca 14 dicas principais para melhorar a qualidade da sua vida e seu status pessoal.
A felicidade é como um controle remoto, perdemos sempre, ficamos loucos procurando por ele e muitas vezes sem saber, estamos sentados em cima dele. Então, anote ou imprima os 14 itens, ponha-os bem a vista e faça seu check in diário.

1º)         Agradeça a Deus por tudo o que você tem
2º)       Pratique regularmente atividade física
3º)       Tome sempre um bom café da manhã
4º)       Seja assertivo
5º)        Gaste seu dinheiro em viagens, cursos e aprendizado
6º)       Enfrente seus desafios, não fuja deles
7º)        Coloque em todos os lugares boas memórias, frases e fotos de seus entes queridos
8º)      Sempre cumprimente e seja bom com as outras pessoas
9º)       Use sapatos confortáveis
10º)   Cuide da sua postura
11º) Ouça boa música
12º)    O que você come tem um impacto no seu humor durante o dia
13º)    Cuide-se e sinta-se atraente
14º)    Finalmente, acredite em Deus e suas bênçãos. Nele, nada é impossível!

Pense nisso !


sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Koilia ou Diakonia?

Resultado de imagem para imagens prazeres da vida
Tudo que nos cerca nos estimula a usar todos os recursos possíveis para aproveitar a vida. O mundo grita: “A vida é curta! Aproveite-a!” As pessoas repetem: “Carpem Diem!” (Colha o dia! Aproveite o momento!) como justificativa para o prazer imediato, sem medo do futuro. Todo mundo quer aproveitar a vida ao máximo, sem pensar nas consequências. Infelizmente, isso tem afetado a Igreja, tornando as pessoas indisponíveis para o serviço cristão, para os ministérios, para o evangelismo, etc. É urgente refletir sobre isso!
Pra começar é preciso compreender duas palavras gregas: “koilia” (κοιλια) e “diakonia” (διακονια).
No sentido literal, a palavra “koilia” fala do “ventre”, isto é, simboliza os que recebem, ou reconhecem os prazeres da vida a partir das experiências corporais, como por exemplo, o sabor das coisas e das emoções, a satisfação que isso ou aquilo proporciona, sem se importar com o preço que pagam para obtê-lo, às vezes, paradoxalmente, a perda da própria vida.
A palavra “diakonia” significa “serviço”, se aplica ao estilo de vida dos que se dedicam a tornar melhor a vida dos outros, compartilhando seus bens e talentos para fazê-los felizes, e isso os realiza.
Nem toda a vida voltada para a satisfação da “koilia” é reprovável, como também nem toda existência orientada pela “diakonia” é aceitável ou  irrepreensível. Os que vivem para o ventre também podem servir ao próximo, e os que focam no serviço ao próximo também podem se satisfazer. A diferença está no foco.
A “koilia”, ou prazer do ventre, se esgota em si mesmo. Já a satisfação do servir transcende tempo e espaço. São duas maneiras distintas de viver. Cabe a você uma escolha. E pra decidir corretamente, lembre-se que a vida é apenas uma pequena experiência antes da eternidade. A “koilia” esgota-se aqui, consome-se em si mesma. Já a “diakonia” transcende a vida terrena, porque muda a história das pessoas a quem você afeta com seu serviço, cuja recompensa lhe aguarda na eternidade, junto com elas, na maioria das vezes.

Pense nisso! E faça sua escolha.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

CULTURA DA HONRA

Imagem relacionada

“Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos...”
Salmo 23.5.

Uma das coisas que a Bíblia fartamente nos ensina é a “CULTURA DA HONRA”.
No texto acima, o salmista Davi diz que Deus é quem nos honra, e o faz preparando-nos um banquete, de preferência, bem na frente de nossos inimigos, para que eles nos vejam sendo honrados. É bom lembrar que você não honra a si mesmo(a). A Bíblia condena as pessoas que ficam se gabando, se achando e honrando a si mesmas.
“Que outro te louve, e não a tua própria boca, e não os lábios.” Prov. 27.2
“Aquele que a si mesmo se exaltar será humilhado,...” Mat. 23.12
“Ninguém tenha de si mesmo mais alto conceito do que deve ter;...” Rom. 12.3
Portanto, Deus é quem honra você!
Dentro da perspectiva da Honra há também o valor da “Mesa Preparada”. Era assim que as pessoas honravam seus líderes espirituais nos tempos bíblicos. Há inúmeros casos em que se honravam a pessoas, anjos e ao próprio Deus preparando uma mesa de banquete.
Ester preparou um banquete para o rei Assuero, seu esposo – Ester 5.4
E Assuero, seu esposo, também ofereceu o “Banquete de Ester”, para honrar sua esposa – Ester 2.18
Ló preparou um jantar para os anjos que o visitaram em Sodoma – Gên. 19.3
Abraão preparou uma boa refeição para os três anjos que o visitaram em Manre – Gên. 18.6-8
Isaque preparou um banquete para o rei Abimeleque ao firmarem um acordo de paz – Gên. 26.30
Jessé preparou a mesa para o profeta Samuel quando este veio ungir Davi como rei de Israel – I Sm. 16.11
No Novo Testamento, os cristãos também honraram Jesus e outros líderes oferecendo-lhes uma ceia, um lanche ou um banquete.
Zaqueu honrou a Jesus recebendo-o em casa – Lc. 19.5,6
Um fariseu honrou a Jesus com um banquete – Lc. 7.36
Simão honrou a Jesus convidando-O para sua festa – Mc. 14.3
Jesus honrou seus discípulos na ceia, e prometeu nos honrar também com a ceia no céu – Lc. 22.14-16
Lídia honrou a Paulo hospedando-o em casa – Atos 16.15
Deus vai nos honrar com um grande banquete quando chegarmos no céu, nas Bodas do Cordeiro – Apoc. 19.9
Você pode não ter condições de fazer um banquete, mas pode oferecer o seu melhor. Isso é CULTURA DA HONRA! Arrumar a mesa, preparar um almoço ou jantar, oferecer um café da manhã ou da tarde, servir ou até mesmo pagar um lanche ou refeição para alguém são formas simples de honrar as pessoas e a Deus. Você deve fazê-lo para aqueles que deseja honrar, a começar pelo seu cônjuge, depois os filhos, seus pais, seus pastores, seus líderes, seus amigos íntimos, seus irmãos da célula e da Igreja, entre outros. Muitas coisas extraordinárias aconteceram na Bíblia quando as pessoas estavam ao redor da mesa em comunhão.
Pense nisso! E promova a Cultura da Honra!
Seja honrado(a) por Deus, mas também honre as pessoas.

Deus lhe abençoe abundantemente!

segunda-feira, 24 de julho de 2017

ORAÇÃO – UM SANTO REMÉDIO

Imagem relacionada
“Orem continuamente.
I Tessalonicenses 5.17

 

Você tem o hábito de orar? Saiba que os benefícios desta prática abrangem as áreas espiritual, psicológica e também fisiológica. É o que afirma Dr. Don Colbert, médico cristão, especialista em tratamentos naturais para retardar o envelhecimento e pesquisador da cura pela fé. Os benefícios da oração, além de espirituais, são também psicológicos, pois trazem sensação de maior clareza, propósito, gratidão, senso de conexão, e bem-estar geral. Estudos apontam que a oração traz esperança para quem enfrenta doenças graves. A Universidade de Rochester descobriu que 85% das pessoas que lidam com doença grave buscam ajuda na oração.
Orar faz bem à saúde - Dr. Harold G. Koenig, da Universidade de 'Duke', autor de vários livros sobre fé e cura, diz que a oração pode impedir que a pessoa adoeça, e quando adoece, a oração acelera o processo de cura.
Dr. Don Colbert afirma:

“O ato de orar aumenta a produção de muitos neurotransmissores bem úteis, como a dopamina, que ajuda a promover um estado de relaxamento, foco, motivação e bem-estar”.

Os efeitos da oração não se limitam só ao relaxamento. Pesquisas minuciosas no cérebro humano confirmam que a oração tem um efeito positivo a longo prazo, chegando a reprogramar e reconstruir o cérebro. A ressonância magnética mostrou mudanças fisiológicas no cérebro das pessoas que oram regularmente.
Lisa Miller, professora e diretora da Clínica de Psicologia e diretora do Instituto de Espiritualidade para o Corpo e a Mente, na Universidade de Columbia, conduziu um estudo com 103 pessoas com alto risco de depressão, e descobriu que o córtex cerebral dos que tinham o hábito de orar era mais espesso, o que diminui o risco de depressão e ansiedade.
A revista norte-americana 'Sociology of Religion' ('Sociologia da Religião') destaca que a oração também é um forte "antídoto" contra as desordens psíquicas. O estudo intitulado 'Oração, apego a Deus e sintomas de desordens entre os americanos' descobriu que aqueles que tinham conceito sobre Deus como alguém associado ao amor e proteção, tiveram redução notável nos sintomas de ansiedade, comparado aos outros pacientes.

“Uma oração por dia mantém o médico longe.”

Se antes havia desconfianças com relação à oração (por parecer místico demais), agora não há mais motivos para deixar de orar diariamente. Com tantos benefícios nos níveis físicos, psicológicos e espirituais, não há razão para deixar orar e/ou meditar todos os dias. Tirar um momento do dia para orar é altamente benéfico. Os melhores momentos do dia são o começo da manhã e logo antes de dormir. Isso não impede que você ore no caminho pro trabalho, na fila do supermercado, na sala de espera do médico, antes das refeições, etc. Trinta segundos que sejam reconhecendo o amor Deus e dando graças pelas bênçãos têm efeito poderoso sobre seu corpo, sua mente e seu espírito.
Então, o que você acha?
Pense nisso!
E revigore o hábito da oração em sua vida!

(Extraído da Revista online “Mundo Cristão” https://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/oracao-tem-o-poder-de-regenerar-o-cerebro-afirma-medico-cristao.html)