Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

quinta-feira, 11 de junho de 2015

QUANDO DEUS SE TORNA O CENTRO, A PUREZA SE TORNA NOSSO ALVO


“Essas leis são para livrar os israelitas das suas impurezas, a fim de que não morram por tornarem impura a Tenda Sagrada, que fica no meio do acampamento.” (Levítico 15.31, NTLH).

Um dos regulamentos dados pelo Senhor com mais detalhes era sobre a localização do tabernáculo. Este deveria ficar bem no centro do acampamento, com três tribos ao norte, três ao sul, três a oeste e três a leste, todas de frente para ele. Assim, a tenda onde a gloriosa presença do Senhor se manifestava era rodeada pelo povo (Veja Números 2.1-34). Por isso, o povo precisava manter-se puro. Essa a razão de tantos regulamentos acerca da impureza, abrangendo alimentos, vida em família, enfermidades e outras áreas da existência. Qualquer impureza, de qualquer indivíduo, poderia contaminar santidade do tabernáculo.
Portanto, o versículo acima, além de ser um resumo de todos esses regulamentos e sua motivação, traz embutido um ensino precioso para nós hoje. Habitando um mundo extremamente secularizado (pelo menos o nosso mundo ocidental), somos levados a relativizar a presença de Deus e nossa posição perante Ele. Mas Deus não mudou, o mesmo Senhor que tirou aquele povo do Egito e lhe disse: “Sede santos, porque eu sou santo” (Lv.11.45), é Aquele que nós chamamos de Pai pela mediação de Jesus Cristo. Ele continua no centro, no lugar principal. E quando o Deus santo se torna o centro de nossa existência, nosso alvo torna-se a pureza. Passamos a buscar, cada vez mais, a santidade pessoal, para que possamos interagir com Ele da maneira que ele é: Santo.

Pr. Sylvio Macri

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.
Conheça também...
www.bonnevievie.blogspot.com.br
E a minha página de poesias "Bem Dito"