Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

terça-feira, 28 de julho de 2015

JEJUM DIÁRIO QUE AGRADA A DEUS


1 - O jejum da calúnia
2 - O jejum da injustiça
3 - O Jejum da futilidade
4 - O jejum da contenda
5 - O jejum do ódio
6 - O jejum da violência
7 - O jejum da mediocridade
8 - O Jejum da mentira
9 - O Jejum da traição
10 - O jejum da iniquidade

Porque para Deus o obedecer é melhor do que o sacrificar. Simples assim...

“Samuel, porém, disse: Tem, porventura, o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à voz do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender melhor do que a gordura de carneiros.” (I Sm. 22.15)

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.
Conheça também...
www.bonnevievie.blogspot.com.br
E a minha página de poesias "Bem Dito"

domingo, 26 de julho de 2015

NÃO QUERO TRABALHAR


“Mas, que vos parece? Um homem tinha dois filhos, e, dirigindo-se ao primeiro, disse: Filho, vai trabalhar hoje na minha vinha. Ele, porém, respondendo, disse: Não quero. Mas depois, arrependendo-se, foi.” 
Mt. 21.28,29

Não confunda trabalho secular com trabalho pra Deus! No trabalho secular você é regido pela CLT, mas no serviço para Deus você é regido pela Sua Palavra; no secular, você tem um “simples” contrato de trabalho, no outro, você tem uma aliança com Deus.
Trabalhar pra Deus é coisa séria! Daí, começar e não terminar, trabalhar de qualquer maneira ou abandonar o trabalho por qualquer motivo, pode lhe trazer sérias consequências espirituais e materiais.
No trabalho secular, você pode pedir demissão e ir embora, mas no trabalho do Senhor não é assim, pois Deus é um Deus ordeiro e que vela por Sua Palavra (Jr. 1.12).
Há crentes que estão em meio à tempestade, dormindo no porão do navio, fugindo de suas responsabilidades com Deus, como Jonas. Outros já estão no ventre de um grande “peixe” sofrendo “um pouquinho”. E outros ainda, já foram lançados na “areia da praia” para fazer o que Ele mandou.
A questão é: em qualquer fase de sua “trajetória de desvio” de um chamado para fazer o que Deus lhe ordenou, vai doer em você e em sua família. Pode até atrapalhar a vida dos que estão perto de você.
Então, faça a sua escolha! Ou você trabalha por espontaneidade ou Deus vai lhe conduzir ao trabalho que Ele lhe chamou fazer.
E lembre-se do que a Palavra diz:
“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” I Co 15:58.

Pense nisso, e nunca diga: “Não quero!”
Diga: “Eis-me aqui, Senhor”.

Pr. Paulo Affonso Generoso

Pense nisso!

Se gostou, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.
Conheça também...
www.bonnevievie.blogspot.com.br
E a minha página de poesias "Bem Dito"