Obrigada.

Bem vindo(a)! Que você seja edificado(a) com as mensagens! Volte sempre!

sábado, 24 de junho de 2017

O SENHOR SEMPRE CONFIRMA A SUA CHAMADA


“Depois de oferecer o sacrifício pelo pecado, o holocausto e as ofertas pacíficas, Arão levantou as mãos para o povo, abençoou-o e desceu. E Moisés e Arão entraram na tenda da revelação. Depois saíram e abençoaram o povo; e a glória do Senhor apareceu a todo povo.” (Levíticos 9.22,23)

Em Êxodo 25.1-30.38, o Senhor deu instruções detalhadas a Moisés a respeito do tabernáculo, seus móveis e utensílios, das vestes e paramentos sacerdotais, e da cerimônia de consagração do tabernáculo e dos sacerdotes. Agora, depois de construído e montado o tabernáculo, chegou a hora de consagrá-lo ao serviço do Senhor, bem como de consagrar Arão e seus filhos como sacerdotes, escolhidos por Deus para exercerem essa função.  Nessa cerimônia, Arão e seus filhos iniciaram seu ministério, oferecendo os primeiros sacrifícios. Foi então que ocorreu algo extraordinário:

“A glória do Senhor apareceu a todo o povo, pois saiu fogo de diante do Senhor e consumiu o holocausto e a gordura sobre o altar. Ao ver isso todo o povo gritou de alegria e prostrou-se com o rosto em terra.” (Levíticos 9.23,24)

Essa foi a maneira que o Senhor usou para confirmar, perante seu povo, a chamada de Arão e seus filhos para o ministério. O Senhor, de modo especial, mostrou que aceitava a ministração desses homens. O povo mais uma vez espantou-se, mas agora, em vez de medo, manifestou grande alegria e reverência.
O Senhor sempre confirma claramente a escolha de seus ministros perante o povo. Nem sempre de uma maneira extraordinária como essa, mas com certeza sempre por abençoar aqueles a quem eles ministram, salvando almas, edificando vidas, confortando sofredores, levantando caídos, conduzindo vitoriosos, treinando os que Deus escolhe como seus sucessores, e por tantas outras maneiras. O povo saberá reconhecer e mostrar sua alegria pelo ministério daqueles que são chamados, obedecem a chamada, e têm a sua ministração aprovada por Deus.
Pr. Sylvio Macri

Pense nisso!

Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.
Conheça também...
www.bonnevievie.blogspot.com.br
E a minha página de poesias "Bem Dito"
https://www.facebook.com/raquelroquebemdito?ref=hl

JEJUM DIÁRIO QUE AGRADA A DEUS



“Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, do que a gordura de carneiros.” I Samuel 15.22

O jejum que agrada a Deus é também...
1 - O jejum da calúnia
2 - O jejum da injustiça
3 - O Jejum da futilidade
4 - O jejum da contenda
5 - O jejum do ódio
6 - O jejum da violência
7 - O jejum da mediocridade
8 - O Jejum da mentira
9 - O Jejum da traição
10 - O jejum da iniquidade

Muitos cristãos fazem jejuns sem valor diante de Deus, justamente porque se esquecem de viver o evangelho na íntegra.
Não era diferente no Antigo Testamento. O povo fazia jejum mecanicamente, sem atentar para suas práticas maldosas e pecados. Então, Deus lhes deu uma repreensão acompanhada do modelo correto de jejum que agrada a Ele.
“Acaso não é este o jejum que escolhi? que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo? e que deixes ir livres os oprimidos, e despedaces todo jugo? Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desamparados? que vendo o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne? Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará. e a tua justiça irá adiante de ti; e a glória do Senhor será a tua retaguarda. Então clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo, e o falar iniquamente; e se abrires a tua alma ao faminto, e fartares o aflito; então a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio dia.” Isaías 58.6-10
 O que fazer, então?! Parar de jejuar?! Não!!!
O que Deus quer é que você faça tanto um quanto o outro - jejuar, sim,  mas sem se esquecer de praticar a Palavra da Verdade.

Pense nisso!
Conheça também meus outros blogs:
PROSPERA-TE;
BONNE VIE
E a minha página de poesias “Bem Dito”
É só clicar:
Você será grandemente edificado(a)!
  


quinta-feira, 22 de junho de 2017

POR QUE NÃO AGORA?

Resultado de imagem para Pedro aos pés de jesus

“Meus filhinhos, vou estar com vocês apenas mais um pouco. Vocês procurarão por mim e, ..., agora lhes digo: Para onde eu vou vocês não podem ir. Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros. Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros. Simão Pedro lhe perguntou: Senhor, para onde vais? Jesus respondeu: Para onde eu vou, vocês não podem me seguir agora, mas me seguirão mais tarde. Pedro perguntou: Senhor, por que não posso seguir-te agora? Darei minha vida por Ti! Então, Jesus respondeu: Você dará a vida por Mim?...” João 13.33-38

Houve um missionário que serviu ao Senhor por muitos anos no Suriname, mas em seus últimos anos foi atacado por uma doença que o paralisou. Às vezes, ele se perguntava por que Deus não o levava, pois ele ansiava por partir  e estar com o Senhor.
Talvez a vida seja dura para você ou para um ente querido, e você questiona por que Deus permite que o sofrimento continue. Quando Jesus falou que estava indo para o céu, Pedro perguntou: “Senhor, por que não posso ir agora?”. Você, como Pedro, pode se perguntar por que a entrada no céu foi adiada: “Por que não agora?”
Deus tem um propósito sábio e amoroso em nos deixar para trás. Há um trabalho a ser feito em nós que só pode ser feito aqui na terra. Nossas aflições, que são momentâneas, estão produzindo em nós“...eterno peso de glória, acima de toda comparação”(II Coríntios 4.17). E há trabalho a ser feito por outras pessoas – ainda que seja amar e orar. Nossa presença pode também ter o propósito de dar aos outros a oportunidade de aprender o amor e a compaixão.
Portanto, apesar de você desejar a libertação para si mesmo ou alguém querido, viver na carne pode significar o frutificar em Cristo, como disse o apóstolo Paulo: “Pelo contrário, com toda a determinação de sempre, também agora Cristo será engrandecido em meu corpo, quer pela vida quer pela morte; porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro. Caso continue vivendo no corpo, terei fruto do meu trabalho. E já não sei o que escolher! Estou pressionado dos dois lados: desejo partir e estar com Cristo, o que é muito melhor; contudo, é mais necessário, por causa de vocês, que eu permaneça no corpo. Convencido disso, sei que vou permanecer e continuar com todos vocês, para o seu progresso e alegria na fé, a fim de que, pela minha presença, outra vez a exultação de vocês em Cristo Jesus transborde por minha causa.”Filipenses 1.20-26.
E também há conforto na espera; embora o céu seja adiado, Deus tem Suas razões. Não há dúvida disso!

Pense nisso !!!

Tenha uma excelente semana!

O VALOR DA COMUNHÃO

Resultado de imagem para Comunhão

“Retenhamos inabalável a confissão da nossa esperança, porque fiel é aquele que fez a promessa; e consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros em amor...”
Hebreus 10.23-25.

Um cristão comparecia assiduamente às reuniões da sua igreja, e um dia, sem comunicar à ninguém, deixou de participar de suas atividades. Depois de algumas semanas, irmão da mesma igreja sentiu sua falta e decidiu visitá-lo. 
Era uma noite muito fria! Aquele irmão o encontrou em sua casa, sozinho, sentado diante da lareira, onde o fogo estava brilhante e acolhedor.
Adivinhando o motivo da visita de seu amigo, deu-lhe as boas vindas, lhe ofereceu uma cadeira grande em frente à lareira e ambos assentaram-se quietos, admirando a dança das chamas em volta dos troncos de lenha que queimavam.
Depois de alguns minutos, o irmão que o visitava foi até a lareira e cuidadosamente escolheu dentre as brasas a mais incandescente de todas, empurrando-a para fora do fogo.
Sentando-se novamente, permaneceu silencioso e imóvel.
O anfitrião prestava atenção a tudo, fascinado e também quieto.
Dentro de pouco tempo, a chama da brasa solitária diminuiu, até que seu fogo se apagou  por completo. O que antes era uma festa de calor e luz, agora não passava de um frio, morto e preto pedaço de carvão, recoberto de uma camada de cinza espessa.
Nenhuma palavra tinha sido pronunciada desde a saudação inicial entre os dois amigos!
Antes de preparar-se para ir embora, o amigo, movimentou novamente o pedaço de carvão já apagado, frio e inútil, colocando-o novamente no meio do fogo. Quase que imediatamente transformou-se numa nova chama, alimentada pela luz e o calor das labaredas dos outros carvões em brasa e ao redor dele.
Quando o Amigo se aproximou da porta para ir-se embora, seu anfitrião lhe disse: “Obrigado pela sua visita e pelo belíssimo sermão! Voltarei à comunhão dos irmãos que sempre me faz muito bem!”
Vamos refletir...
Os membros de uma igreja fazem parte da "CHAMA" da comunhão, mas quando se afastam do grupo, perdem todo seu brilho e calor.
Cada irmão é responsável por manter acesas as chamas da comunhão, tanto para si mesmo como para cada um dos outros membros. Cada um é responsável por promover a união entre todos, para que o fogo seja sempre realmente forte e duradouro.
A Bíblia diz:

“Portanto, se há alguma exortação em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão do Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões, completai a minha alegria, para que tenhais o mesmo modo de pensar, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, pensando a mesma coisa;... com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo; não olhe cada um somente para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros. (Filipenses 2:1,2)

“Tendo antes de tudo ardente amor uns para com os outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados; sendo hospitaleiros uns para com os outros, sem murmuração; servindo uns aos outros conforme o dom que cada um recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.” (I Pedro 4:8)

A igreja mantém a chama da comunhão acesa quando os membros valorizam-se uns aos outros e mantêm-se unidos em amor. Como na lareira, cada madeira que constitui o feixe não é igual e nem queima da mesma forma, porém o conjunto emite luz intensa e aquece muito mais a todos e ao ambiente em que vivem.
Nenhum de nós é melhor que todos nós juntos!!!

Pense nisso!
E deixe seu comentário!